terça-feira, maio 04, 2010

Romance assombrado.


- Alícia, rápido! – Carly gritava enquanto a criatura a fazia sangrar, mas meu cérebro não correspondia, não, ele não queria corresponder.
Olhei para os olhos verdes, ah! Aqueles olhos, aquele rosto... Sim Mayke, você ainda me faz suspirar. Mas então... Por que tudo teve de chegar a esse ponto? Porque não me convidou para o baile de formatura antes? Não teria sido melhor? Não chegaríamos a essa situação, não, estaríamos felizes. Você e essa sua mania de fazer do simples o abstrato...
- Alícia! – olhei para o brilho da chama do isqueiro azul, sua cor preferida lembra? Nunca soube se zumbis tinham sentimentos, eu nunca me importei, mas agora eu me importo. Eu poderia aceitar que ele iria embora? Ou melhor, eu agüentaria? Mas aquele não é o Mayke... Não é o meu Mayke. É só um maldito zumbi. Ah Mayke, olhe só pra você! Você é um monstro agora... Você não podia ter morrido, não devia. Agora eu tenho que caçá-lo, é o meu trabalho, caçar monstros, você me entende não é? Perdoa-me? E eu, me perdôo por acabar com o resto que sobrou do único garoto que amei?
- Oh Alícia, você está com medo? Carly não vai resistir muito tempo sabia? Vai mesmo ser tão egoísta? – ele apertou mais o pescoço da Carly e a fez se contorcer de dor. Mayke, meu Mayke, o que fizeram com você?
- A-Alí... – oh meu Deus, Carly está morrendo!
- Não tem que ser assim Mayke, solte-a! – eu cheirava a desespero e a insegurança, por mais que minha mente me mandasse parecer firme.
- Me perdoe Alícia, me perdoe, mas não tem outro jeito. Eu não sei o que... – as lágrimas transbordavam de seus olhos e escorriam pelo rosto agora inchado, não meu querido, não chore. – E agora tenho que matar, eu não... Eu não faria isso, mas...
- Mayke, por favor.
- Oh Alícia, me perdoe. Você... Tão linda, perdoe-me. Eu te amo. – ele segurou o pescoço da Carly com as duas mãos, ele ia quebrá-la, como um graveto. Sim Mayke, eu te perdôo. Foi aí que a chama pôs um fim, joguei o isqueiro no corpo de Mayke, e também na minha alma. O fogo corrompeu-o por inteiro, rapidamente, mas queimou meu coração devagar. Ah Mayke, você tinha mesmo que morrer? Ele desapareceu quase que instantaneamente, deixando que uma poeira fina me envolvesse. Adeus, meu querido.
Carly caiu fraca, corri e levantei-a.
- Vamos Carly, não vai morrer agora, vai?! – eu a deixaria morrer. Ela abriu os olhos lentamente.
- A-Alícia... Obrigada. Acho que Mayke está em paz agora...
- Eu espero Carly, ele merece. - O meu Mayke merece. – Vamos, vamos para casa.
Dei um último olhar de despedida para a lápide fria de Mayke. Um olhar de despedida, e que queria dizer que tudo ia ficar bem de agora em diante. Sim Mayke, ficará tudo bem. Apertei o pequeno pingente de coração que Mayke tinha me dado antes da formatura. Eu ainda podia ouvi-lo dar uma risada reconfortante.“Eu te amo, minha pequena”. Eu também Mayke. Te amo demais.









P.s.: História feita para o concurso num sei das quantas que eu nem ganhei, Rayssa me ajudou com o final (que eu modifiquei porque eu gosto de mexer nos finais perfeitos que ela faz (6)), a quem eu devo agradecer se tiver muitos comentários ou ficar de mal se ninguém gostar. Mentira amiga -q.

Bom, er... ganhei 3 selinhos da Raymara, porque um eu já tinha e ganhei um da Thaysa e se eu disser muito obrigada vai ser pouco demais pra descrever o tamanho da minha felicidade.

E só pra não deixar passar em branco, hoje nós dançamos Can-can, na sala de aula, com o V., um garoto de mais ou menos 1,70 que parece o Arnold Schwarzenegger (joguei no Google) em massa muscular. Ou seja, foi hilário.

11 comentários:

  1. ADOREI a história!!!
    Li a da Ray também...
    Ficou muito show!!!
    E amei seu layout *-*




    Bejãooo ;*

    ResponderExcluir
  2. Lindo os textos (seu e da rayssa)
    E não tem de quê (:

    Sabe, eu também queria ter vindo do Jípiter #comofaz? hsidhsidh

    Beijos linda, Boa Noite!

    ResponderExcluir
  3. Eu de novo aqui (:
    Pra falar mesma coisa hahaha!
    postei os últimos 4 capítulos de coffee and cigarettes. Pra acabar com isso logo. u.u
    ficou péssimo. Mas passa lá.
    um beijo grande! E obrigado sempre, pelo carinho :)

    ResponderExcluir
  4. Eu de novo, há! HAUISHAIUSHAISH
    obrigado mesmo pelo carinho e pela paciencia de ler aquele trem enorme e horrivel ! nao ficou comom planejei.

    mas obrigado sempre.

    e nem precisa falar que eu amo aqui, e vc pode falar da coisa mais séria que eu me divirto aqui..

    boa noite pra voce

    ResponderExcluir
  5. serio, ficou muito legal! MESMO!

    bjos querida :)

    ResponderExcluir
  6. eu tb participei e não ganhei [/fato!..
    adorei a sua hist!...ficou muito boa!..
    haa..ta lindo seu novo layout!
    *---*
    te indiquei para um selinho!!
    ps: ta no menu(selos)
    bjoss *--*

    http://marcellagiroldo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. aiin adorei a história, não sei como vc não conseguiu ganhar =O huahua'
    beeeijOs (:

    ResponderExcluir
  8. ficção e suspense *.* adoroooo

    ResponderExcluir
  9. Oi amor, muito linda sua história!
    Estou te seguindo, beijos!

    www.queriaserescritora.blogspot.com
    www.tudocomcaprichoo.blogspot.com

    ResponderExcluir

Hááááá, sabia que você ia comentar, tem cara de inteligente mesmo. :)

Contra plágio, ok?!

Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Contador de folheadas - 01/05/10